Refeições nos voos da Virgin America tornam-se apenas vegetarianas

Recentemente o executivo que está à frente de dezenas de empresas do grupo Virgin, Richard Branson, esteve no Brasil. O objetivo da viagem do bilionário inglês era participar de um evento sobre economia sustentável.

Sustentabilidade, vegetarianismo e turismo

Durante a discussão Richard relatou a experiência de tirar todos os tipos de carnes dos cardápios de suas empresas. Entre os empreendimentos estão a companhia aérea Virgin America, hotéis e trens do grupo empresarial Virgin.

O empresário, que não come carnes desde 2014, estudava uma maneira de implantar processos mais sustentáveis. Entre as principais causas defendidas por Branson, também filantropo e ativista ambiental, está a preservação da Floresta Amazônica.

Após conversar com outros empresários simpatizantes da causa, Richard concluiu que precisaria mudar o cardápio de suas empresas. A decisão foi tomada especialmente pelo fato da produção de carnes, ser uma das principais responsáveis pelo aquecimento global.

Experiências

Para testar a ideia, o executivo manteve por um ano o cardápio metade com carne, metade vegetariano. Após o período de adaptação, Richard soube que não houve reclamações. Aliás, pelo contrário: o cardápio sem carnes fez muito sucesso! Segundo o empresário, apenas um casal em um dos hotéis da Virgin reclamou das mudanças.

Em 2016, a mudança completa foi feita e as empresas do grupo passaram a não servir mais carne.“Essa decisão é um exemplo de como as empresas podem dar uma contribuição maior ao mundo.”, disse Branson durante o evento em São Paulo.

Confira outras matérias:

One Comment

  1. Raquel
    14/06/2017

    Muito legal a iniciativa!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *