Lua de Mel #6 – Cenotes

Chegamos ao √ļltimo post sobre nossa lua de mel ūüôĀ Para finalizar essa s√©rie de textos guardei o que eu mais amei no M√©xico: os cenotes. √Āguas cristalinas e pot√°veis, muitos peixes e forma√ß√Ķes rochosas garantem que as visitas ao cenotes mexicanos sejam uma experi√™ncia √ļnica!

Cenote dos Ojos
Cenote dos Ojos

Descobrimos que a palavra cenote possui origem maia (dz’onot) e significa caverna com depósito de água. Na realidade eles nada mais são que poço naturais de calcário. Em muitos pontos esses poços são conectados através do subsolo o que é perfeito para o mergulho de caverna.

No fundo da caverna é possível ver as lanternas dos mergulhadores.
No fundo da caverna é possível ver as lanternas dos mergulhadores.

Assim que comecei a pesquisar sobre as atra√ß√Ķes que ter√≠amos por perto percebi que os cenotes s√£o uma das atra√ß√Ķes que voc√™ simplesmente n√£o pode ignorar. Como deixamos para visita-los nos √ļltimos dia da lua de mel, j√° hav√≠amos rodado um monte pela estrada Canc√ļn – T√ļlum e notamos que a quantidade de cenotes abertos para o ecoturismo √© enorme. Em uma altura da estrada chega a ter 4 cenotes em menos de 5 km.

Como a oferta era muito grande e o tempo e a grana curtos, pesquisamos os cenotes mais bonitos na √°rea e optamos por conhecer dois: o Cenote Azul e o Cenote dos Ojos. O primeiro √© bem menor, mais barato e um pouco mais “roots”, tem um ponto onde √© poss√≠vel saltar na √°gua, por√©m n√£o possui nenhuma caverna profunda. O mais divertido do cenote azul s√£o os peixes que se alimentam de pele morta ¬†e fazem um spa gratuito em nossos p√©s, uma del√≠cia.

Cenote Azul
Cenote Azul
Pedra de onde é possível saltar no Cenote Azul.
Pedra de onde é possível saltar no Cenote Azul.

Como chegamos cedo o lugar estava bem vazio, mas conforme foi enchendo come√ßamos a nos incomodar, pois este cenote n√£o √© muito grande. N√£o bastasse isso come√ßou a chover. Foi ent√£o que decidimos rodar mais alguns quil√īmetros at√© o Cenote dos Ojos, maior e mais conhecido. N√£o √© √° toa que ele¬†foi eleito como o nossa tra√ß√£o favorita! Na verdade a √°rea √© como uma esp√©cie de parque e oferece restaurantes, eco-tours, mergulhos, snorkel e at√© um hostel. Ficamos felizes ao descobrir que na verdade s√£o dois ojos, o oeste e o leste ‚ÄĒ interligados subterraneamente.

√Č a √°gua mais cristalina que eu j√° vi na vida! Voc√™ enxerga tudo no ch√£o e acha que est√° super pr√≥ximo, mas em alguns pontos a profundidade √© de mais de 7 metros. Por causa da chuva estava tudo vazio e foi bem f√°cil de deixar nossas coisa em um lugar onde pod√≠amos vigiar, ent√£o n√£o precisamos nos preocupar com isso, mas caso seja necess√°rio o parque conta com lockers pagos e o aluguel de equipamentos.

Cenote Ojo Oeste.
Cenote Ojo Oeste.
Enquanto chovia l√° fora, est√°vamos bem tranquilos na caverna.
Enquanto chovia l√° fora, est√°vamos bem tranquilos na caverna.
Parece uma piscina: √°gua doce e transparente.
Parece uma piscina: √°gua doce e transparente.

Olhando as fotos fica f√°cil entender porque os cenotes estavam presentes nos rituais maias. Contudo, ao mesmo tempo em que s√£o lindo, s√£o perigosos. Ouvimos no r√°dio que 3 pessoas haviam morrido em um mergulho de caverna. Dois turistas espanh√≥is contrataram um guia (n√£o autorizado) que se perdeu durante o percurso, pr√≥ximo de Tul√ļm. Por isso tenha certeza que est√° aproveitando tudo da maneira mais segura poss√≠vel! Outro ponto s√£o os mosquitos, √© aconselh√°vel ter um repelente¬†‚ÄĒ biodegrad√°vel por causa da √°gua dos cenotes¬†‚ÄĒ ¬†na mala.

Ojo Este.
Ojo Este.
descabelada, mas feliz :)
descabelada, mas feliz ūüôā
Snorkel alugado no local.
Snorkel alugado no local.

Infelizmente n√£o conseguimos tirar fotos melhores porque a bateria da GoPro deu pau bem neste dia e captamos tudo com o celular. Sorte n√©! Mesmo assim deu para ter ideia do qu√£o lindos os cenotes podem ser, n√£o deixe de visitar pelos menos um deles. ¬†Se prepare, que a √°gua √© gelada ūüėõ

ūüíôūüíôūüíô

Um vídeo publicado por Marilia Alberti (@mariliaalberti) em

Confira outras matérias:

Be First to Comment

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *